A avaliação efectuada ao anterior “Dinamizar” (2005-2007) revelou um elevado grau de satisfação por parte dos destinatários do projecto (as empresas integrantes do mesmo). Não só o número de empresas desistentes se revelou bastante reduzido, como o Inquérito de opinião realizado junto dos empresários apresentou, para todas as questões colocadas, níveis de valoração elevados: seja na avaliação quantitativa das acções e, em particular, dos consultores e formadores, seja na apreciação do impacto do projecto sobre a empresa.

O impacto produzido pelo “Dinamizar” sobre a vida das empresas foi particularmente elevado como mostra o facto de a esmagadora maioria das mesmas nunca ter anteriormente recorrido a serviços de consultoria externa nem terem promovido qualquer tipo de formação profissional.

Também o grau de execução do Plano de Acção das Empresas merece ser posto em destaque pois 95% destas executaram mais de 75% do previsto e 62% executaram a totalidade das acções contempladas no Plano.

Em termos globais os níveis de execução do “Dinamizar”, face aos valores previstos foi bastante elevado atingindo os 87%. Os números finais da execução do “Dinamizar”, encontram-se no quadro seguinte:

N.º entidades beneficiárias

10

N.º empresas intervencionadas

201

N.º trabalhadores envolvidos

1399

Horas de Consultoria

58102,05

Horas de Formação (em volume)

81553

N.º de acções de formação

269

N.º de formandos

2947

Horas de consultoria/empresa

289

Volume de formação/empresa

406